A Origem do Carnaval

A Origem do Carnaval

448
COMPARTILHAR

Não poderíamos deixar de falar dessa data tão importante e emblemática que é o carnaval. Essa festividade marca de forma determinante a história do nosso país.

Alguns pontos são controversos: onde surgiu? Quando? como? Por que?  Tentamos trazer para nossos leitores, de forma resumida e objetiva alguns fatos interessantes sobre o tema.

A festa carnavalesca surgiu a partir da implantação, no século XI, da Semana Santa pela Igreja Católica, antecedida por quarenta dias de jejum, a Quaresma. Esse longo período de privações acabaria por incentivar a reunião de diversas festividades nos dias que antecediam a Quarta-Feira de Cinzas, o primeiro dia da Quaresma. A palavra “Carnaval” está, desse modo, relacionada com a ideia de deleite dos prazeres da carne marcado pela expressão “carnis valles”, que, acabou por formar a palavra “Carnaval”, sendo que “carnis” em latim significa carne e “valles” significa prazeres.

Em geral, o Carnaval tem a duração de três dias, os dias que antecedem a Quarta-Feira de Cinzas. Em contraste com a Quaresma, tempo de penitência e privação, estes dias são chamados “gordos”, em especial a terça-feira (Terça-Feira Gorda, também conhecida pelo nome francês Mardi Gras). O termo mardi gras é sinônimo de Carnaval.

Mulheres fantasiadas e mascaradas posam na Praça São Marcos. Veneza, Itália, 20 de fevereiro de 2011.
Mulheres fantasiadas e mascaradas posam na Praça São Marcos. Veneza, Itália, 20 de fevereiro de 2011.

O Carnaval da Antiguidade era marcado por grandes festas, onde se comia, bebia e participava de alegres celebrações e busca incessante dos prazeres. O Carnaval prolongava-se por sete dias nas ruas, praças e casas da Antiga Roma, de 17 a 23 de dezembro. Todas as atividades e negócios eram suspensos neste período, os escravos ganhavam liberdade temporária para fazer o que quisessem e as restrições morais eram relaxadas. As pessoas trocavam presentes, um rei era eleito por brincadeira e comandava o cortejo pelas ruas (Saturnalicius princeps) e as tradicionais fitas de lã que amarravam aos pés da estátua do deus Saturno eram retiradas, como se a cidade o convidasse para participar da folia.

No período do Renascimento as festas que aconteciam nos dias de carnaval incorporaram os baile de máscaras, com suas ricas fantasias e os carros alegóricos. Ao caráter de festa popular e desorganizada juntaram-se outros tipos de comemoração e progressivamente a festa foi tomando o formato atual.

Sobre a origem da palavra, não há unanimidade entre os estudiosos. Há quem defenda que a palavra Carnaval deriva de carne vale (adeus carne!) ou de carne levamen (supressão da carne). Esta interpretação da origem etimológica da palavra leva-nos, indubitavelmente, para o início do período da Quaresma, uma pausa de 40 dias nos excessos cometidos durante o ano, excessos esses que incluem, segundo a religião católica, a alimentação. Assim, a Quaresma era, na sua origem, não apenas um período de reflexão espiritual como também uma época deprivação de certos alimentos como a carne.

carnaval0004
Carnaval no Rio de Janeiro, Brasil.

Em sua origem, o carnaval, não necessariamente, era uma festa de nudez, bebidas e sexo. Acreditamos que isso seja uma adaptação e incorporação da cultura brasileira.

carnaval0003Um fator interessante e não poderíamos deixar de citar é que o Carnaval do Rio de Janeiro figura no Livro dos Recordes como o maior carnaval do mundo.

 

 

Fonte(s): Wikipédia

COMPARTILHAR
Formado em direito, Policial Militar, Amante de Tecnologia, Carros, Internet, Seriados, Filmes, etc. Idealizador deste site. Passa mais tempo no computador do que deveria.

 Comentários