Uso excessivo de antibióticos causa danos a saúde

Uso excessivo de antibióticos causa danos a saúde

3839
COMPARTILHAR

O uso excessivo de antibióticos pode causar danos a saúde. Novos estudos internacionais tenta esclarecer alguns dos efeitos colaterais associados com antibióticos – incluindo os danos ao sistema imunitário e problemas de memória causadas por uma falta de crescimento de novas células do cérebro.

Os resultados servem como um alerta de que, ao mesmo tempo que os antibióticos podem ser aliados poderosos para o corpo humano na luta contra as doenças, eles também podem fazer mais mal do que bem se usados de forma incorreta (uma das muitas razões de que você deve sempre seguir o conselho do seu médico).

Os estudos descobriram que a forma como os antibióticos matam micróbios no organismo podem causar problemas de saúde, devido à forma como as misturas químicas delicados do nosso organismo podem ser destruídas, afetando o equilíbrio.

antibiotico01-sabenada.com.br

O primeiro estudo, liderado por pesquisadores do Memorial Sloan Kettering Cancer Centre, em Nova York, envolveu 857 pacientes que receberam transplantes de células-tronco – um tratamento normalmente usado para combater câncer do sangue e da medula óssea. Os antibióticos são geralmente utilizados nestes casos para prevenir ou tratar infecções ligadas aos transplantes, mas os pesquisadores descobriram que a saúde do paciente variou dependendo do tipo de antibiótico utilizado.

Eles testaram 12 dos tipos mais comuns de antibióticos, sendo que alguns acarretaram um maior risco de uma condição inflamatória com possibilidade de morte chamada de doença do enxerto-versus-hospedeiro (GVHD).

A hipótese é que os efeitos destes antibióticos específicos, causados ​​no microbioma intestinal dos pacientes, prejudica o sistema imunológico do corpo de alguma forma. Resultados similares foram observados quando os pesquisadores tentaram os mesmos testes em ratos.

O segundo estudo, conduzido por uma equipe da-Delbrueck-Centre Max de Medicina Molecular na Alemanha, investigou os efeitos dos antibióticos forma ampla – aqueles que matam muitos tipos diferentes de micróbios – em ratos. Eles notaram que houve uma desaceleração no desenvolvimento das células cerebrais no hipocampo, que é a parte do cérebro responsável pela memória e por controlar o sistema nervoso.

Estes ratos demonstraram fraco desempenho em testes de memória e também foram encontrados uma baixa de monócitos (células brancas do sangue que combatem vírus) em seus corpos. Quando o uso de antibióticos foi interrompido, os cérebros dos camundongos foram capazes de recuperar seu estado anterior, de acordo com os pesquisadores.

Os cientistas envolvidos em ambos os estudos enfatizaram que não há mais trabalho a ser feito e mais testes devem ser realizados antes de entender exatamente o que isso significa para a forma como usamos esses antibióticos no futuro.

Por enquanto, porém, é um bom lembrete de que estes medicamentos devem ser sempre usados ​​com cuidado – e não em demasia em qualquer circunstância.

Cuide da sua saúde e procure sempre um médico antes de utilizar esse tipo de medicamento. Os efeitos a curto e longo prazo podem ser irreversíveis.

Fonte(s): ScienceAlert

COMPARTILHAR
Formado em direito, Policial Militar, Amante de Tecnologia, Carros, Internet, Seriados, Filmes, etc. Idealizador deste site. Passa mais tempo no computador do que deveria.

 Comentários